Destaque_ Filme_Avatar

Filme: Avatar Director: James Cameron Estreia em portugal: 17-12-2009 Género: Acção/Aventura/Ficção Científica Estúdio: 20th Century Fox Website: www.avatarmovie.com Entre os actores principais: Sigourney Weaver Michelle Rodriguez Filme em 3D que marca o regresso de James Cameron.

04 fevereiro 2006

Junto ao Rio

Foto de: A.Mateus

Temos semanas que ás vezes são um autêntico bulício, esta que passou foi uma dessas, desde uma ligeira gripe a vários compromissos extra profissionais que me obrigaram a estar numa "roda-viva". Para culminar assuntos e situações que ao tempo andavam pendentes e não sabia que rumo hes dar, surgiu a resolução esta semana.
De certo modo, ao falar nisto tem uma razão de ser, no fundo uma pequena explicação e depois que com toda essa azáfama, recordei-me de um dia à uns anos atrás.
Um dia de verão bonito, quente daqueles agradáveis e que nos apetece sair e ir passear.
Um rio, a água corre rápida, várias árvores em seu redor, o silêncio toma conta do espaço, eu e mais cinco pessoas vamos "corromper" aquela pequena Ebeleza", e durante um fim de semana esse espaço irá tornar-se a nossa "musa" e o caminho para o derradeiro trabalho final.
Cgegados lá, cada um escolhe o seu "poiso", aquele que mais lhe convém e mais lhe agrada e que de algum modo lhe transmite algo eu como sempre não sigo muito os outros e lá fui para o "cantinho" que escolhi.
Carregada com uma placa de contraplacado, papel, aguarelas e canetas, lá fui eu sentar-me numa pedra, depois de ter andado a saltitar por pedras, não era no meio do rio, mas para lá caminhava.
Só ouvia a água a correr, a pequena queda de água com uma árvores num pedaço de terra foram o cenário por mimescolhido.
Dali via o profº, e as minhas colegas, nehum deles lá ia só de vez enquando o profº. (saltitava pelas pedras e lá ia ver como decorria o meu trabalho).
Chegou a tardee ...não dei conta mas o rio tal como o mar também encheu, foi por pouco que não molhei os pés para conseguir sair do meu "cantinho"!
Domingo de manhã lá estamos de novo a terminar os nossos trabalhos.
Esta semana que passou recordei esse fim de semana, tão oposto à semna que tive tão diferente da semna que tive.
Um contraste de agitação, para um de calma e pacatez, assim dou comigo a pensar que realmnete para se coseguir fazer algo que nos diga, que nos transmita é preciso termos acima de tudo, paz de espírito, calma e tranquilidade, pois só desse modo se conseguirá transpor a barreira por si só já difícil que é encontrar o pensamento livre de agitação.
Assim, num fim de semnan à uns quatros anos, junto ao rio alva, numa aldeia pouco ou nada conhecida contribuiu de algum modo para perceber, compreender o que existe de importante para além de nós, da família, de todos os que nos rodeiam, que é a paz a serenidade, a calma o simples fazer algo que gostamos nos faz sentir bem connosco. Este apenas foi um de muitos que existiram antes e depois, falei deste porque simplesmente foi único, em termos de convívio, amizade, para não falar de quase terficado no meio e ter de descalçar as botas para sair de lá.
Valeu a pena!
Vale sempre a pena fazermos aqueilo que gostamos e que de algum modo nostransmite algo e nós transmitimos algo, mais tarde percebemos que"são esses momentos que nos fazem sentir de algum modo únicos e que estamos inseridos na paisagem sem no entanto a estarmos a ferir".
A minha pizza chegou vou almoçar.

4 comentários:

online disse...

Como dizia Pessoa:
"tudo vale a pena quando a alma não é pequena"
Continua...:-)

rafaela disse...

é bom guardar esses momentos, que nos transmitem serenidade, parece que de vez em quando podemos lá voltar em busca do que julgavamos perdido.

uma boa semana **

dreams disse...

ainda hoje falei com um amigo sobre algo parecido.
a calma que a natureza nos transmite, a sensação acolhedora que dela recolhemos e todos os sábios conselhos que emergem na nossa mente, quando a abrimos e nos permitimos ouvir.
beijo doce *
elianne

Anónimo disse...

Que fabulosa maneira de descrever aqueles momentos que nos sentimos mais além do quotidiano, em que entramos em dimensões mais elevadas do ser e descobrimos vários porquês que permaneciam meio ocultos dentro de nós por potenciar.Seguir nossos mais puros sonhos e anseios é algo muito valioso.
Black Bird

Seguidores

 
Mundo do fim do Mundo. Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul Tested by Blogger Templates.