Destaque_ Filme_Avatar

Filme: Avatar Director: James Cameron Estreia em portugal: 17-12-2009 Género: Acção/Aventura/Ficção Científica Estúdio: 20th Century Fox Website: www.avatarmovie.com Entre os actores principais: Sigourney Weaver Michelle Rodriguez Filme em 3D que marca o regresso de James Cameron.

15 maio 2006

Três palavras começam por G C T

Foto de: um outro olhar

Gerir, Capacidade, Tempo ... palavras que nos levam a vaguear por diversos mundos.
Mundos tão diferentes, finança, design, moda, música, ... tantos outros existem!
Comum a eles, três palavras que começam por GCT, sem elas - palavras - nada acontecia, nada surgia, nada inovava.
Cada vez mais estas capacidades são exigidas, cada ves mais elas são "sugadas" a nós pessoas, em detrimento de outras.
Quais as melhores?
Dizer é difícil temos de saber acompanhar o ritmo dos tempos, a actualidade que temos impõe estes ritmos.
Quem não tem estas capacidaes tem dificuldade em se adaptar, há que ser maleável acima de tudo, permeável, calmo mas rápido (atento).
Nos tempos de ontem tal como nos de hoje e nos de amanhã tudo se fez, tudo se faz, tudo se fará. Exige-se é que se queira fazer, que se goste de fazer e que não se importe de dar um pouco mais de si, porque quando se faz por gosto ou se gosta, o tempo de algum modo arranja-se ...
Tal como as gotas tudo leva o seu tempo a moldar se e a crescer ...

22 comentários:

Teresa Durães disse...

Breves palavras contra os dias actuais e a forma de vida a que somos obrigados a ter


Eu tenho dificuldades em adaptar-me porque não quero acompanhar o ritmo dos tempos nem a actualidade.

Não quero

Não quero

E é nesta certeza, cada vez maior, ao fim de 17 anos de trabalho em informática, onde já sugaram todo o meu tutano, onde já aprendi que nada disto tem sentido; que recuso-me a ser formiga, andar em linha recta; que lutarei até ao fim seja ele qual for até que me preencha (sem que ninguém me sugue, sem me sentir mais um carneiro).

O tempo é uma invenção do homem, o tempo não existe. E NÃO!!!! Não quero ser moldada!

Carlota disse...

E aplicam-se também aos blogs, essas palavras. Que nem luvas!
Beijola.

paper life disse...

Leio-te e oiço a cançãobem conhecida. Ganha outra cor.

Mas afinal, se pensarmos bem, precisamos de tão pouca coisa.

Olha as gentes do deserto e do mar?

Vivem do que os seus mares dão.

Dependemos enquanto podemos.

:)

cidadão comum disse...

belo pensamento...bjs

greentea disse...

temos a liberdade de fazer e de dar e de deixar acontecer
"entregamo-nos" de alma e coração, dedicamos a essa causa uma vida inteira e um dia deparamos com um lugar vazio, com um já era , com "põe-te a andar que não quero" sejam quais forem as circunstancias

mas em nós encontramos a tranquilidade e o sorriso de quem fêz tudo ... com tempo

a seu tempo...

um beijo para ti

Vanda Baltazar disse...

e no tempo certo! :)

Sabes, depois de muitos anos a gerir tempo, correr pelo tempo e deitar-me extenuada de tempo, sinto muitas vezes que cumpri a minha missão, como mae e profissional. Como mulher? confesso que nem sempre tive tempo para mim...e como tudo podia ter sido diferente :)

um beijo intemporal

Van

cuco disse...

Pois, o tempo...

rafaela disse...

Gosto da musica =)

e é preciso tempo, para crescer, para ir andando, olhando, assimilando e é assim com tudo, com o que é bom e com que é mau, o tempo da-nos e rouba-nos tanta coisa.

Dani disse...

A difícil arte da adaptação...

Beijinhos

riscos disse...

A vida cada vez mais nos exige que tenhamos a capacidade de saber gerir o nosso tempo - coisa difícil esta! cabe a cada um de nós saber se adaptar ao espaço e ao tempo, fazendo, acima de tudo, aquilo que o faz feliz: quer estejamos a falar da vida pessoal quer de outra coisa qualquer como o trabalho.

dreams disse...

sempre se tentou controlar o tempo mas isso é uma tarefa impossível... infelizmente...
às vezes dou por mim a pensar em como gostaria que o dia tivesse mais horas ou então, deixar mesmo de dormir para poder aproveitar e fazer tud o que gosto...
mas o tempo passa... e como dizes, tudo leva o seu tempo a crescer...
até eu...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Sinapse disse...

Cada vez sentimos necessidade de ter mais tempo, tentamos esticá-lo, e nessas tentativas de esticá-lo vamos esquecendo o essencial ... que é viver o tempo, sentir o tempo, em vez de geri-lo!

Beijinhos, boa noite,
Sinapse

M disse...

eu adoro ter de ser maleável aos novos tempos. é sempre um desafio e também uma maneira de não nos «cansarmos» do dia-a-dia. Acho que é essa constante mudança que nos faz apreciar tanto o passado.
Só é chato quando deixamos de ter tempo para fazer o que gostamos!!

Travis disse...

Mesmo a navegar
Não dexarei de aqui parar!

De palavras ricas,
De espaço cuidado.

Um Pirata fica
De muito bom agrado

Travis The Spicelover

inBluesY disse...

tigerir gerir e gerir
bons sensos
prioridades


1 BJ

Vanda Baltazar disse...

so para te deixar um beijo, que ainda tenho tempo :)

Van

pintoribeiro disse...

Fiquemos calados. Bom dia.

Sinapse disse...

(estou a gostar dessa música, que vais deixando ficar ... conhecia a voz, mas nunca tinha ouvido esta música especificamente ... agora, sempre que entro, fico a ouvir ... e gosto!)

Teresa Durães disse...

(epá.. ando por aqui a apanhar o grhiba em todo lado...)

onde andas tu Um Outro Olhar??? queres ver uma coisa fofa?

(não acredito, só a trabalhar como as letrinhas aí em cima... e eu deixo a música tocar enquanto escrevo o comentário...)

Acabou a música, saio :P

Era uma vez um Girassol disse...

Com Jorge Palma, irei cantar enquanto houver estrada para andar...
...e com o meu pescador enquanto houver ventos de mar...
a gente não vai parar....!
Beijinhos

Anónimo disse...

Gostei do conteúdo deste texto. Realmente nos dias de hoje ou sabemos gerir este tempo que a sociedade estabeleceu para nós ou ficamos perdidos nas teias dessa mesma sociedade. Depois, existe o Tempo Universal, onde este nosso tempo é apenas uma gota de água no oceano cósmico, esse suscita-me as maiores interrogações...
Black Bird
www.civilizacoesnasombra.blogger.com.br

poca disse...

sim... tudo tem o seu tempo!

em relação à capacidade de adaptação... não sei se é certo ou errado, mas li algures uma teoria sobre o tipo de sangue conseguir determinar o tipo de pessoa que se era e de onde se descende...
sendo o
ARH: os agricultores, calmos, pacientes, ligados à terra,
vegetarianos... (que tb comem peixe)

ORH: os caçadores, destemidos, aventureiros, carnais, carnívoros

BRH: os nómadas, os "vendedores", os flexíveis, adaptaváveis, praticamente vegetarianos, mas não completamente.

segundo esta teoria... os mais maleáveis seriam os de tipo de sangue B

Seguidores

 
Mundo do fim do Mundo. Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul Tested by Blogger Templates.