Destaque_ Filme_Avatar

Filme: Avatar Director: James Cameron Estreia em portugal: 17-12-2009 Género: Acção/Aventura/Ficção Científica Estúdio: 20th Century Fox Website: www.avatarmovie.com Entre os actores principais: Sigourney Weaver Michelle Rodriguez Filme em 3D que marca o regresso de James Cameron.

11 maio 2006

Apenas uma descida ... um passeio diferente

Uma manhã como tantas outras que surgem esta é ... fresca, o sol ainda não apareceu, algo diferente nos espera, para lá nos vamos dirigir.


Chegados ao local ... um frio gélido se faz sentir e apenas a porta do carro estava aberta.
Olhamos em redor, bocados de neve ainda se podem ver, a cúpula da torre avista-se.
Foto de: um outro olhar
...

O destino é outro ... em tempos idos glaciares, com o degelo, uma paisagem diferente surgiu ...

Começa-se a andar ... uma longa descida espera-nos ...

Terra e pedras a perder de vista, no chão rachas de tempos idos lembram-nos novamente a glaciação e sismos que possam ter ocorrido.
Foto de: um outro olhar


Pintalgados de vários tons - flores, arbustos - verdes, amarelos, vermelhos e muitos outros; grandes, pequenos ... serras e vales surgem.

Foto de: um outro olhar


De pedra em pedra, de carreiro em carreiro, a um pequeno lago vamos dar.
Água transparente, límpida e gelada

Foto de: um outro olhar

O destino é mais além ...



Continua-se a caminhar, ... uma lagoa surge, ...

Foto de: um outro olhar



Duas terras dela dependem em determinda altura do ano.

Foto de: um outro olhar




Um ribeiro e ... uma rã nele saltita pára e coacha



Foto de: um outro olhar


... Depois do vale a descida imperceptível para o nosso destino, perdido e quase invisíbvel.

Foto de: um outro olhar

Pela frente temos metade do caminho


... mais uns saltitos numas pedras, mais uns passos nuns carreiros, e ... um "sofá" nos espera.


Foto de: um outro olhar


Aqui a paisagem muda, o vale estreita, e torna-se abrupto e mais fundo... e será assim até ao nosso final, é aqui que começa em si a "grande descida".
Já se vislumbra a terra ao fundo.

Foto de: um outro olhar


Antes vemos uma das mais perfeitas moreias formadas pelos glaciares quando desciam a encosta. Pedras encaixam de forma perfeita, formam uma barreira natural e visível mesmo a longa distância.


Foto de: um outro olhar



Para trás ficaram, pedras, carreiros e trilhos, pela frente agora surge um estradão que nos levará direitinhos à tão esperada Loriga.


Foto de: um outro olhar


Fazer a Garganta de Loriga, para além de viajar na história e no tempo, usufruimos de paisagens naturais que só lá temos oportunidade de constatar.


Foto de: um outro olhar

12 comentários:

Vanda Baltazar disse...

ao som de Jorge Palma, levas - me pela mão neste maravilhoso passeio pela serra estrela :)

obrigada! ja ha muito me apetecia esticar as pernas e respirar ar puro!

Van

storm disse...

gostei... o destino é mais além!
vir aqui é viajar tb!

Teresa Durães disse...

não conheço. existe algum local onde se possa ler sobre a região?

Dani disse...

Que pena não termos sempre a calma necessária para apreciar toda a beleza que nos rodeia. Obrigado por partilhares este passeio.

Beijinhos

sonia r. disse...

Obrigada pela visita.
É o link da fotografia da borboleta.

www.ddossonhos.blogspot.com

Até breve.Bjo.

M disse...

simplesmente apaixonante (e a música realmente ajuda muito)! Gosto especialmente da descida imperceptível para o destino, perdido e invisível!

Sandrinha Mara disse...

Achei tudo muito lindo inclusive a música.
Bom final de semana.
Abraços

Isabel José António disse...

Subimos até ao topo da serra
Descemos até aos vales profundos
Encontramos a paz! Nunca a guerra
Parece que estamos noutros mundos

Descendo da Torre fica Manteigas
No lado oposto encontramos Gouveia
As neves agrestas, límpidas e meigas
Purificam-me como um fogo que se ateia

Penetram-me os silvestres perfumes
Inundam-me todo o meu SER e penso
Estas imensidades, como lumes
São-me a espiritualidade, o incenso

E há o vislumbre da eternidade
Que lá no alto quase se atinge
Participa-se da eterna liberdade
Tudo é verdade! Nada se finge

Muito bonito o teu post.

Um abraço

José António

Afonso disse...

Gostei da "viagem". Na realidade,só a fiz quando ainda muito pequenito e, não me lembro de nada. Mas, agora, fiquei com o "apetite" aguçado.

dreams disse...

deliciei-me com este teu passeio... divinal...

algo que um dia hei-de experimentar...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Sinapse disse...

bela passeata!! :)

Anónimo disse...

Que passeio fabuloso!! Adorei a descrição, as fotos, tudo...viajei por um sítio magnífico..através de Um Outro Olhar e gostei. Obrigada!!!
Black Bird

Seguidores

 
Mundo do fim do Mundo. Design by Wpthemedesigner. Converted To Blogger Template By Anshul Tested by Blogger Templates.